segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Passado Presente





O mundo se esvai dentre meus dedos
Enquanto meus olhos sangram os tormentos do meu coração.
Isto dificulta, mas não impede que eu detenha minha atenção
aos movimentos que agem sob o céu, maliciosos e ligeiros.

Um garoto apessado me leva de encontro ao chão.
Está ocupado imaginando como conseguir o que quer pronto.
E eu apenas examino a cena: o fatídico encontro.
E de repente, a não ser pela magoa, tudo desapareceria em uma fuga subita.

A criança nasce por adentro meu olhar
"E uma linda menina" é uma fala que deveria transbordar afabilidade.
Ela cresce e em uma formosa vestimenta toma intimidades
de toda essa pressa inimiga, que quis sobre o mundo se deitar.

Mas em seu deleite, esqueceu a meu carmim.
E sua dona, alheia a todo esse tempo diligente,
Paralela em volta por essa penumbra abstinente,
Observando ao mundo. Observando-o seguir sem a mim.


Poema antigo.

Um comentário:

  1. Olá, estou passando nos blogs para deixar um convitinho.
    Estou fazendo um sorteio super especial no meu blog. O prêmio é um desenho exclusivo para o cabeçalho do seu blog, do jeitinho que você quiser.
    Espero te ver lá.
    Beijos e boa sorte
    http://pudimengorda.blogspot.com.br/2012/08/sorteio-ganhe-um-desenho-exclusivo-para.html

    ResponderExcluir